Demophobia responde aos reflexos da pandemia e políticas anti-povo em novo single ‘Sem Tempo’

A banda Demophobia (Crédito: Vinicius Gussi)

Hoje (23/2), a banda politicamente carregada, Demophobia, lança seu mais recente single, ‘Sem Tempo’, acompanhado de um videoclipe. A composição, liderada pelo guitarrista Paulo Vitor Lira, é uma reflexão contundente sobre os desafios enfrentados durante a pandemia de COVID-19 e a era divisiva sob o governo do ex-presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

Assista ‘Sem Tempo’ ou ative a notificação de estreia. Disponível também nos streamings.

— Composição e Conceito:

‘Sem Tempo’ encapsula a resposta visceral da banda à atmosfera da pandemia e ao impacto das políticas de Bolsonaro. A composição, liderada pelo guitarrista Paulo Vitor Lira, entrelaça habilmente riffs e harmonias para simbolizar o avanço rápido de políticas anti-povo dentro da estética metal punk.

O refrão contrastante representa uma poderosa oposição à marcha conservadora retratada nos versos. A música evolui para uma grandiosa marcha fúnebre, culminando em um ataque final, reformulando os refrãos para significar uma resistência redefinida contra ideologias conservadoras.

— Letra, Conceito e Arte da Capa:

O baixista João Medeiros, responsável pela letra e pelo conceito geral da música, enfatiza a urgência em abordar o surgimento do fascismo e rejeitar aqueles que se autodenominam “justos” enquanto perpetuam ideologias prejudiciais. As letras denunciam as políticas bizarras observadas durante o governo Bolsonaro, incluindo a militarização e os ataques à educação, de acordo com a banda. ‘Sem Tempo’ serve como uma rejeição retumbante àqueles que se posicionam contra seu próprio povo, enfatiza a banda.

A capa do single ‘Sem Tempo’.

A arte da capa, uma colagem crua criada por João Medeiros, retrata vividamente a regressão vivida durante a era Bolsonaro. Por meio da justaposição digital, a igreja e o exército se unem em uma marcha esquelética, diante de Cristo crucificado em um altar. A paleta de cores exala uma qualidade envelhecida, simbolizando a natureza ultrapassada e regressiva dos símbolos representados. A inclusão de uma bandeira do Império Brasileiro adiciona uma dimensão histórica, desafiando sua relevância na identidade contemporânea brasileira.

— Gravação, Mixagem e Masterização:

‘Sem Tempo’ e todo o álbum foram produzidos pela banda e Diego Rocha no estúdio Bay Area, em São Paulo. As sessões de gravação ocorreram de fevereiro a julho de 2023, com Rocha responsável pela gravação, mixagem e masterização. O resultado é um hino sonoramente rico e politicamente carregado que captura a essência do Demophobia.
‘Sem Tempo’ da Demophobia é mais do que uma empreitada musical; é uma declaração ousada contra a opressão política, oferecendo uma experiência sonora visceral que ressoa com a tumultuada paisagem sociopolítica do Brasil contemporâneo.

—  Sobre Demophobia:

A Demophobia é uma banda socialmente consciente de São Paulo que concentra seu som na estética metal punk, conhecida por sua abordagem sem concessões para tratar questões políticas e sociais por meio de sua música. Com um som distintivo e letras poderosas, a banda conquistou uma base de fãs dedicada por sua postura intransigente contra a injustiça e a opressão.

—  Ficha técnica de Sem Tempo:

Gravado no Bay Area Estúdios
Gravado, editado e mixado por Diego Rocha
Produção Audiovisual por Chill Lu
Composição por Paulo Vitor LiraLetra, conceito da música e capa por João Medeiros

— Siga Demophobia:

linktr.ee/demophobia
www.instagram.com/demophobia.metalpunk
www.youtube.com/demophobiametalpunk

— Demophobia é:

Rafael Vieira – Vocal
Arthur Patroc – Bateria
João Medeiros – Baixo
Paulo Vitor Lira – Guitarra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *